Arabutã auxilia produtores no transporte de água, proteção de fontes e reservatórios.

A estiagem que prejudica toda a região, também castiga o município de Arabutã, onde a falta de água nas propriedades e o atraso para o plantio, são alguns dos fatores preocupantes. O agronegócio é o setor mais afetado, uma vez que é a atividade predominante no município. De acordo com informações, há prefeitura vem realizando o transporte de água há algumas semanas. Segundo a prefeita Leani Schmitt, muitos transportes são realizados a noite, para poder suprir a demanda das propriedades, especialmente para o consumo dos animais.
 
A prefeita destaca que muitos produtores também tiveram perdas significativas de várias culturas e agora com o período de plantio das pastagens de inverno e com a nova safra se aproximando, a situação tende a se agravar ainda mais. “A colheita de grãos e de silagem teve uma queda considerável na quantidade e também na qualidade. Os produtores contam agora com o plantio da pastagem para melhorar a alimentação do plantel. Porém, se a falta de chuva persistir, o produtor terá ainda mais prejuízos”, reitera a prefeita.
 
Como forma de amparar os agricultores, a administração está contratando mais um caminhão pipa para ajudar no transporte de água. O recurso para o abastecimento do veículo será oriundo dos R$ 50 mil reais recebidos pela Defesa Civil do Estado. A secretaria da Agricultura está reforçando o trabalho de proteção de fontes através do programa caxambu e alguns reservatórios de água foram distribuídos para algumas 
Fonte: Juliane Rell